sábado, 9 de maio de 2015

Carro do Google poderá entender sinais de ciclistas

Carro do Google
Carro do Google: sistema operacional do automóvel utiliza dispositivos como câmeras, sensores e radares


Os carros autônomos do Google, desenvolvidos pela empresa desde 2005, serão capazes de reconhecer sinais feitos por ciclistas, ajudando o veículo a desviar deles.
O anúncio demonstra o progresso no sistema de navegação do automóvel, que identifica pessoas, animais e objetos a fim de evitar acidentes na via.
O sistema operacional do automóvel utiliza dispositivos como câmeras, sensores e radares que garantem uma navegação segura.
Exemplo disso é a capacidade que o sistema tem de reconhecer movimentos – como sinais das mãos – dos ciclistas e de agir de acordo com a situação, seja reduzindo a velocidade ou desviando.
Para realizar essa proeza tecnológica, os algoritmos do programa embarcado no veículo medem a distância da cabeça até o braço do ciclista.
Assim, quando ele está com o braço voltado para o guidão da bicicleta, o sensor define o movimento como normal, diferente do momento em que o braço se move para o lado, diminuindo a distância entre os membros.
Há um ano, a gigante californiana anunciou a mais recente atualização nos carros autônomos.
Desde então, a equipe envolvida com o projeto tem se focado na melhoria do desempenho do sistema. Inicialmente, o Google concentrou os testes em rodovias.
Agora, eles passaram para as ruas da cidade de Mountain View, nos Estados Unidos, onde está localizado o campus da companhia.
A decisão de direcionar a experiências para vias de bairro foi para aprimorar o sistema operacional dos automóveis aos obstáculos do trânsito cotidiano.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário