terça-feira, 5 de maio de 2015

Microsoft critica Google por ritmo de atualização de aparelhos Android



O Android tem vários pontos positivos, mas infelizmente o ritmo de atualizações não é um deles. Em conferência nesta segunda-feira, a Microsoft aproveitou deste ponto fraco para criticar o Google, que, segundo ela, não se responsabiliza pela atualização dos dispositivos do cliente.
Terry Myerson, executivo responsável pelos sistemas operacionais da Microsoft, atacou bastante a rival: “O Google libera uma grande pilha de... código, sem qualquer comprometimento com seu dispositivo”. A pausa intencional no meio da frase foi usada para fazer a audiência achar que um palavrão seria utilizado para descrever a política de atualização do rival.
“O Google não se responsabiliza e se recusa a assumir a responsabilidade de atualizar os dispositivos dos clientes, deixando usuários e empresas expostas a cada dia que utilizam um aparelho Android”, afirma ele.
É importante notar, no entanto, que o histórico da Microsoft também não é perfeito. Usuários do Windows Phone 7 nunca receberam o update para o WP8, assim como o Windows RT também não será atualizado para a versão 10 do sistema. A empresa também oferece o Developer Preview, uma ferramenta voltada para desenvolvedores terem em mãos as versões mais recentes do Windows Phone, mas essa opção está mais para uma “gambiarra” do que uma solução para o usuário comum.
Mas a Microsoft planeja encerrar qualquer retrospecto ruim e garante que vai entregar updates para todos os seus usuários em um dia do mês. A empresa também manterá diferentes ciclos de atualização, conforme foi introduzido com o Windows 10. Usuários podem optar pelo ciclo rápido e receber updates mais frequentes, mas com potenciais bugs, ou entrar no ciclo lento, que demora mais a receber as atualizações, mas tem mais garantias de estabilidade.

Fonte: The Verge
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário