segunda-feira, 14 de novembro de 2016

8 dicas para manter o seu roteador seguro

Gente, o roteador é fundamental para garantir que aparelhos, como smartphone, tablet, notebook e smart TV, consigam se conectar à internet. Por isso, a gente tem que saber como manter o roteador seguro para que ninguém tenha acesso a sua rede sem a sua autorização, né?!
Por isso, separei algumas dicas, olha só:
  1. Trocar o login e senha do roteador
    Todos os roteadores têm login e senha para configuração do aparelho que são padrão e podem ser encontrados no manual e até no site da marca do aparelho. Por isso, a primeira coisa que você precisa fazer é mudar esse nome do usuário e a senha de acesso. Isso porque o aparelho usa o nome e senha padrão de fábrica, que pode ser encontrado no manual e até no site da marca. Ou seja, qualquer um pode acabar acessar o seu roteador, viu?

    Reprodução

    E fazer isso é muito fácil: é só entrar nas configurações, clicar em “Sistema” e fazer a troca em “Senha”. Ah, e não se esqueça de fazer o logoff sempre que concluir as modificações no administrador do roteador, tá?
     
  2. Troque a senha de acesso
    Além da senha das configurações, você também pode escolher uma senha para acessar a rede. O ideal é que você troque essa senha pelo menos a cada dois meses, tá?! Para que ninguém consiga se conectar automaticamente ao roteador. Eu já ensinei como fazer isso aqui!
     
  3. Atualizar o firmware
    Assim como os celulares, os roteadores também passam por atualizações, que trazem correções de segurança, que deixam o equipamento mais seguro e estável! No caso do roteador, o que é atualizado é o firmware, que é o sistema que controla as funções mais básicas dos aparelhos.

    Reprodução

    A atualização pode variar de acordo com a marca do seu roteador. Mas é só entrar nas configurações do aparelho e procurar por “Firmware” ou “Download” para descobrir se tem alguma atualização disponível para o aparelho. Depois é só fazer o download e seguir as instruções de instalação. 
    Mas olha só, na hora de atualizar tenha certeza de que você não vai ficar sem internet ou energia, porque qualquer interrupção na atualização pode danificar o roteador, tá? 
     
  4. Esconder a rede Wi-Fi
    Sabia que você pode deixar o nome da sua rede Wi-Fi “invisível”? Assim, não tem como saber que tem uma rede lá. A única maneira de encontrar a rede é digitando o nome do Wi-Fi no celular ou computador para ele procurar sozinho!

    Reprodução

    Esse processo de deixar a rede invisível também varia de acordo com cada modelo. Na maioria, é só entrar nas configurações, clicar em “Wireless” e procurar por SSID, que é o nome da sua rede; aqui você pode ter a opção de esconder a rede (“Hide your network” ou “Hide SSID”) ou então de Emitir difusão SSID (nesse caso, é só desmarcar a opção “Enable SSID Broadcast”).
     
  5. Ativar o filtro de MAC
    Gente, quando você ativa o filtro MAC, só os aparelhos que você autorizar vão conseguir se conectar à rede. Essa função é muito boa para controlar quem tem acesso ao seu roteador, mas toda vez que um amigo ou parente for se conectar, você vai precisar adicionar o endereço MAC do aparelho na sua rede. 
    Para fazer isso, é só acessar “IP e MAC Binding” nas configurações do roteador. Aqui você pode ver todos os dispositivos que estão conectados à sua rede e bloquear o acesso!

    Reprodução

    Agora, para descobrir o endereço MAC de um aparelho, o ideal é procurar no manual ou no site da marca, porque ele varia de acordo com cada sistema, viu?
     
  6. Desativar o WPS
    O WPS (Wi-Fi Protected Setup) permite que você se conecte automaticamente em uma rede de Wi-Fi que você já acessou antes, o que facilita bastante, né? Porque não precisa ficar digitando a senha de novo. 
    Mas isso deixa o roteador mais vulnerável, então o ideal é desativar a função lá nas configurações. Vá em “Wireless” e desative o “Use WPS”.

    Reprodução
     
  7. Criptografia WPA/WPA2
    Normalmente, os roteadores são configurados no padrão de segurança WEP, mas esse padrão é o menos seguro, sabia?! O ideal é deixar no padrão WPA ou WPA2.
    Para ativar, é só seguir o passo a passo de como alterar a senha de acesso à rede e trocar o tipo de segurança.

    Reprodução
     
  8. Desligue o roteador
    A última dica é desligar o seu roteador quando não estiver usando ou quando for viajar. Além de você economizar energia, ainda evita que alguém tente acessar sua rede.
Viu como é fácil proteger o seu roteador?
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário