terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Sobrevive a 2017? Uber pega carona com a crise e vai fechar ano gastando mais do que fatura

Resultado de imagem para Uber

A situação da Uber anda bastante delicada não só aqui no Brasil, onde muitos querem proibir o serviço de transporte, mas no cenário mundial como um todo. Apesar de ainda não ter revelado oficialmente o seu balanço final de 2016, a expectativa do mercado é que a empresa feche o ano em déficit, com gastos superiores aos lucros.


De acordo com fonte internacionais, a companhia de transporte perdeu cerca de US$ 2,2 bilhões (em torno de R$ 7,5 bilhões) durante os nove primeiros meses do ano. Já no terceiro trimestre esses gastos somaram US$ 800 milhões (aproximadamente R$ 2,5 milhões).
Contudo, um fato curioso é que apesar desses gastos exorbitantes, as receitas só aumentam: US$ 3,76 bilhões (R$ 12,7 bilhões), com estimativa de fechar o ano com US$ 5,5 bilhões (R$ 18,7 bilhões).
Tarifa dinâmica é a solução... pra Uber

Um fato que gerou muita polêmica entre os usuários do app é que a partir de uma de suas últimas atualizações a plataforma passou a esconder o aviso da tarifação dinâmica, quando não há carros em circulação disponíveis pela sua área e como forma de incentivar os motoristas a tarifa base é aumentada.
De acordo com a mesma fonte, o principal responsável pelo aumento dessas receitas é a tal tarifação atrelado ao fato de cada vez mais usuários utilizando o serviço e, consequentemente, a expansão para mais cidades.
O destino do dinheiro

Não é novidade que a Uber tem investido no transporte com carros autônomos além de outros serviços como o UberEATS, esse já disponível em São Paulo, porém ninguém sabe ao certo - nem mesmo os especialistas de mercado - pra onde vai esse gasto todo.
Vale ressaltar que boa parte da receita líquida vai para o pagamento dos motoristas. Diminuído esse gasto fixo, o lucro da empresa foi de US$ 1,7 bilhão (R$ 5,7 bilhão) no terceiro trimestre; US$ 1,1 bilhão (R$ 3,7 bilhão) no segundo; e US$ 960 milhões (R$ 3,2 bilhão) no primeiro.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário