quarta-feira, 22 de maio de 2019

Em Cannes, Tarantino se irrita com perguntas na coletiva de Era Uma Vez em Hollywood

Diretor foi curto e grosso quando o assunto era Roman Polanski e personagens femininas com poucas falas 
Quentin Tarantino foi ovacionado de pé durante sete minutos após a exibição de seu novo filme no Festival de Cannes. O diretor retornou a mostra 25 anos depois de ganhar a Palma de Ouro com Pulp Fiction, mas não poupou os jornalistas que cobriam o festival de críticas e chateamentos. Na coletiva de imprensa horas depois da exibição de Era Uma Vez em Hollywood, Tarantino, Leonardo DiCaprio, Brad Pitt e Margot Robbie responderam questões por cerca de trinta minutos. O clima foi de companheirismo entre as estrelas do longa, mas duas colocações espinhosas deixaram Tarantino irritado.

A trama do seu novo longa revisita a Hollywood hippie dos anos 60 e recria o assassinato da atriz Sharon Tate, morta a facadas por membros do culto fanático de Charles Manson.

Em uma das perguntas, um repórter sugeriu que Margot Robbie, uma das protagonistas de Era Uma Vez em Hollywood, tem bem menos falas que as figuras masculinas representadas por Pitt e DiCaprio. O diretor, claramente aborrecido, foi curto e grosso: “Eu rejeito essa sua hipótese.” Já Robbie respondeu de forma mais polida e argumentou que não são necessárias muitas falas para fazer um bom trabalho como atriz. “Acho que os momentos que tenho em tela deram oportunidade de honrar a Sharon e sua leveza. Eu não acho que a intenção era aprofundar a personagem além disso”, ponderou ela. “A tragédia representou a perda da inocência e mostrou que aquela pureza podia ser desfeita rapidamente. Senti que tive muito tempo para explorar os eventos sem diálogo“, completou a atriz.

Em outro momento, Tarantino foi perguntado sobre sua relação com o diretor Roman Polanski — que é um personagem no longa por ser casado com Tate na época de seu assassinato. Recentemente, no entanto, o cineasta polonês se envolveu em uma série de acusações relacionadas a abuso sexual, sendo até mesmo expulso da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Apesar de estar chamuscado por conta das denúncias, Tarantino não esconde sua predileção pelos filmes de Polanski. “Eu encontrei ele algumas vezes. Sou um fã do trabalho Roman Polanski, particularmente O Bebê de Rosemary”, contou Tarantino.

O diretor foi mais uma vez curto e grosso quando perguntado sobre ter ou não consultado o polonês para retratá-lo no longa: ‘Não, eu não fiz isso”. (Via Folha e THR)

Diferente de todos os outros filmes de Quentin Tarantino desde Jackie Brown, o roteiro de Era Uma Vez em Hollywood (ainda) não vazou na internet. Por conta disso os detalhes sobre a trama são mais escassos do que em produções anteriores e o próprio diretor escreveu uma carta pedindo que ninguém dê spoilers do seu filme.

Os dois protagonistas serão Rick Dalton (Leonardo DiCaprio) — um ator que viveu seus anos de glória em séries de faroeste na TV americana — e Cliff Booth (Brad Pitt), o dublê e melhor amigo de Dalton. Ambos estão na pior fase de suas carreiras e não conseguem empregos na indústria cinematográfica após a queda do gênero de faroeste. Mas Dalton tem uma vizinha famosa que pode ajudar a mudar todo esse panorama e alavancar suas carreias. Essa vizinha é a atriz Sharon Tate (Margot Robbie), que acabaria sendo morta naquele mesmo ano pelo culto do psicopata Charles Manson.

Estes são os personagens principais do filme, mas a trama em si segue nebulosa mesmo após a divulgação do primeiro trailer. Por conta de todo este mistério, o próprio Quentin Tarantino pediu que ninguém dê spoilers da trama após a exibição quase coisa meses antes da estreia oficial.

Além dos três protagonistas, Dakota Fanning (The Alienist), Kurt Russell (Guardiões da Galáxia vol. 2), Luke Perry (Riverdale), Al Pacino (Poderoso Chefão) e Tim Roth (Oito Odiados) compõe o fortíssimo elenco de apoio do filme.

Era Uma Vez Em Hollywood está definido para estrear em circuito comercial nos Estados Unidos no dia 26 de julho de 2019 — no aniversário de morte de 50 anos de Tate. Já no Brasil, a estreia fica para o dia 15 de agosto.

Via: Jovem Nerd


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário